fbpx
Acesse nossas Mídias
DSC04386

Agenda

Arlete Salles comemora 65 anos de carreira em Niterói

Compartilhe

‘Ninguém Dirá Que é Tarde Demais’ comemora 65 anos de carreira da atriz Arlete Salles

Peça terá seis únicas apresentações em julho, na Sala Nelson Pereira dos Santos, em Niterói

Estreia no próximo dia 07 de julho, na Sala Nelson Pereira dos Santos, em Niterói – com apenas seis únicas apresentações – o mais novo espetáculo teatral da celebrada atriz Arlete Salles.

Seu retorno aos palcos é com a comédia Ninguém Dirá Que é Tarde Demais, montada para comemorar seus 65 anos de carreira. De sexta a domingo, até dia 16 de julho.

O texto original é de autoria de Pedro Medina, neto de Arlete, e com quem contracena no espetáculo. Além de Pedro, Alexandre Barbalho, filho da atriz, e o amigo Edwin Luisi também estão no elenco.

A direção tem a assinatura de Amir Haddad, outro grande parceiro e amigo de Arlete desde a peça ‘Felisberto e o Café’, com quem trabalhou 35 anos atrás.

 “Estou navegando em sentimentos diversos e emoções fortes. Sinto muita felicidade e admiração em ver o meu neto se aproximando dessa profissão, crescendo de forma potente. Estamos aqui corajosamente, ainda na pandemia, ousadamente, com todos os protocolos sanitários, indo juntos para o palco. Não apresentaria meu neto como dramaturgo, se não tivesse confiança no talento dele”, conta Arlete. 

A PEÇA

O texto da trama é inspirado na canção O Último Romance, da banda Los Hermanos. O autor Pedro Medina conta a história de Luiza (Arlete Salles) e de Felipe (Edwin Luisi). Por causa da pandemia, Luiza recebe, em casa, o neto Márcio (Pedro Medina). Paralelo a esta trama, Felipe, por problemas financeiros, vai morar com o filho Mauro (Alexandre Barbalho). Luiza e Felipe são vizinhos de prédios diferentes, com paredes grudadas, e estão muito sensíveis às questões da Covid-19, a problemas financeiros e domésticos e começam a implicar um com o outro sem saber a identidade de cada um. Até que um dia os dois, com máscara e álcool gel, vão rapidamente à rua, se encontram sem saber que são vizinhos e a trama se desenrola com muita leveza, humor, dando a dimensão da solidão desses dois septuagenários.

“Ainda não elaboramos todas as perdas que a pandemia provocou, mas entender o que já passou e o que ainda estamos vivendo, por meio da perspectiva do humor, da tolerância e do amor é a proposta da minha comédia”, explicou Pedro Medina. “Gosto de fazer um teatro esclarecedor. O teatro tem a função de iluminar as pessoas. E digo para todos: ninguém dirá que é tarde demais para coisa alguma. Sempre é o momento de colocar em prática o desejo”, disse à Imprensa, aos 84 anos, um dos diretores mais premiados e mais presentes na cena brasileira: Amir Haddad.

“Minha avó é uma colega de cena fantástica. Uma atriz que admiro muito. Tem sido muito bom estar com ela. E meu pai é aquela segurança. Sempre troquei com ele minhas questões relacionadas ao texto. Um privilégio no meio de uma pandemia conseguir fazer um projeto desse com minha avó e meu pai. Sou muito grato aos produtores pelo convite e estou muito feliz de poder mostrar meu trabalho como dramaturgo”, disse Medina.

SERVIÇO:

Espetáculo: ‘Ninguém Dirá Que é Tarde Demais’
Gênero: comédia
Local: Sala Nelson Pereira dos Santos 
Endereço: Av. Visconde do Rio Branco, 880. São Domingos, Niterói.
Dias: 07, 08, 09, 14, 15 e 16 de julho  –  de sexta a domingo.
Horários: sexta e sábado, às 20h30. Domingo, às 19h30.
Ingressos: de R$100,00, (inteira) à venda no www.sympla.com.br 
Classificação: Não recomendada para menores de 14 anos
Duração: 100 minutos
Produção: Cláudio Sardenberg
Assessoria de Imprensa: Comunicar Assessoria

FICHA TÉCNICA:

Texto: Pedro Medina
Diretor artístico: Amir Haddad
Diretor musical: Lúcio Mauro Filho e Máximo Cutrim
Elenco: Arlete Salles, Edwin Luisi, Alexandre Barbalho e Pedro Medina


Compartilhe
Continuar Lendo
Comentários

Mais Agenda

Topo
Precisa de ajuda?