Categorias

TEATRO Oficina Social de Teatro apresenta a parte II da OST MOSTRA (com Teatro)

Rompendo com os limites do palco, além da OST levar sua cena para o teatro, outros ambientes também serão estabelecidos como meios para se obter a opinião de todos: praças, shoppings, escolas e a própria sede da escola. A efetivação de uma grande rede de cidadãos, que surgirá a partir de suas opiniões, estreitará as relações no interior da sociedade local e isso não somente levantará questionamentos, mas também implicará na criação de um documento que será o espelho vivo do que a sociedade deseja em termos, principalmente, artísticos, culturais, políticos e sociais.

A mostra OST MOSTRA (com teatro) OPINIÃO que irá acontecer no teatro Eduardo Kraichete, em Icaraí, reunirá um total de 12 espetáculos idealizados e construídos pelas turmas dos cursos de Iniciação ao Teatro e Formação de Atores da OST e, de forma concomitante, na sede da escola, que fica no centro de Niterói, acontecerá uma mostra paralela intitulada Mostra MIX, que abrangerá rodas de conversas, palestras, encenações que discutam a diferença entre sexo, identidade de gênero e orientação sexual, temas pertinentes nesse contexto de identidade cultural e condição humana que estamos vivendo.

Dessa forma, a OST cumprirá, não somente, a função de formar pessoas pela arte e para a arte, mas, também, formá-los para uma vida mais plena, segura, consciente e feliz.

 

PARTE II: de 22 de Agosto a 19 de Setembro.

PROGRAMAÇÃO:

O canto dos pássaros em tempo de guerra

Sinopse: Um grupo de pessoas relaciona os seus dias com os dias vividos pela menina Annellies Marie Frank nos anos 40, antes da sua morte no campo de concentração de Auschitz. A famosa menina escreveu um diário que ficou famoso em todo o mundo.

Dramaturgia: Erika Ferreira e o coletivo
Direção: Erika Ferreira
22 de Agosto (quarta-feira) – 19h30
Classificação etária: 12 anos

Não tenho nada a dizer

SINOPSE: Personagens de grandes textos dramáticos brasileiros dos anos de 1970 cruzam- se em cena para montar uma tessitura do rico período histórico nacional. Com o fim dos grandes temas e a ideia de abrangência, a diversidade torna-se o foco do fazer teatral. As angústias existenciais, o vazio das relações, as alusões de poder, o vigor ideológico, a liberdade sexual, a experimentação psicodélica. A cena setentista brasileira está no palco novamente, com personagens como a professora Margarida, a conturbada aluna de artes dramáticas Verônica e a solitária instigante Gilda. Retratos de uma geração que “jamais envelhecerá”.

Dramaturgia: Súmula de textos adaptados dramáticos brasileiros dos anos 70.
Direção: Fabie Lima
23 de agosto (quinta-feira) – 19h30
Classificação etária: 14 anos

PÁGINA EM BRANCO

Inspirado no filme ‘O Silêncio’ de Ingmar Bergman

Sinopse: Duas irmãs hospedam-se num hotel em um país europeu não-identificado à beira de uma guerra. A irmã mais velha e mais culta, Ester, tradutora de livros e peças teatrais, é uma doente terminal. Seu medo da morte obscurece o relacionamento com a irmã mais nova, a bela Anna, que representa a parte carnal da dicotomia espírito/corpo. Anna negligencia o seu filho Johan, um garoto de cerca de 12 anos que vagueia pelo mesmo hotel quase deserto.

Direção: Aléssio Abdon
29 de Agosto (quarta-feira) – 19h30
Classificação etária: 16 anos

Memórias ao vento

Sinopse: Alunos de uma escola de teatro vivem dramas pessoais por terem escolhido viver da profissão de ator. A trajetória de vida de cada um, desde o momento que ingressaram na escola até o dia do espetáculo final, é repleta de relatos emocionantes e inesquecíveis.

Dramaturgia: Criação Coletiva
Direção geral: José Geraldo Demezio
Direção de Movimento: Michael Alves
05 de Setembro (quarta-feira) – 19h30
Classificação etária: LIVRE

ELE USA BLACK TIE

Inspirado na obra ‘Eles não usam black tie’ de Gianfrancesco Guarnieri

Sinopse: No ano de 2018, o jovem operário Tião é convidado por um desconhecido cineasta para fazer num teste suposto filme. Ansiando por conquistar fama e riqueza e sair da favela em que vive desde pequeno, ele passa por cima dos ideais políticos socialistas em que fora criado, até o ponto de furar uma greve na fábrica em que ele toda sua família trabalhava. Iludido, Tião vaga sem rumo para fora da favela, vestido com seu charmoso black tie, vendo seu noivado arruinado a relação com seus parentes e comunidade abaladas. Ele Usa Black Tie, deseja rever até onde a critica politica e social resiste à força e ao poder do capital.

Direção: Reinaldo Dutra
06 de Setembro (quinta-feira) – 19h30
Classificação etária: 14 anos

CARNIÇA

Sinopse: Ano 2018. O capital é matéria prima das relações sociais. O homem está em putrefação. Quem é a carniça? Quem é urubu? Quem é quem? O palco é o público, que dança o colapso da sociedade humana. 14 atores se movimentam por dias melhores. Ainda há tempo?

Dramaturgia: Criação Coletiva
Direção: Amaury Lorenzo
19 de Setembro (quarta-feira) – 19h30
Classificação etária: 14 anos

SERVIÇO:
Ingressos: VENDA SOMENTE NA SEDE DA OST
Rua Saldanha Marinho 14 – Centro/ Niterói.
Informações: (21) 2721-0468
Local dos Espetáculos: Teatro Eduardo Kraichete – Avenida Roberto Silveira, 123 – Icaraí – Niterói/RJ

Realização:
OFICINA SOCIAL DE TEATRO
www.ofsocialdeteatro.com

Comments ( 2 )

Leave a Comment

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>