Locanda delle Fate vem ao Brasil pela primeira vez - Guia de Niterói
Categorias

FESTAS E SHOWS Locanda delle Fate vem ao Brasil pela primeira vez

Serviço:

10/11 – sexta-feira – Locanda delle Fate no Teatro Municipal João Caetano de Niterói (TMJC)
Horário: 20h
Endereço: Rua XV de Novembro, 35 – Centro – NIterói
Informações: 2620-1624
Ingressos (valor da inteira):

Setor Verde: R$ 200,00 (esgotado)
Setor Amarelo: R$ 180,00
Setor Vermelho: R$ 160,00

11/11 – sábado – Locanda delle Fate na Cidade das Artes
Local: Teatro de Câmara
Horário: 20 horas
Endereço: Avenida Aírton Senna, 5300 – Barra
Informações: 3328-5300
Ingresso: R$ 200,00 (valor da inteira)

Ingresso Rápido
https://ingressorapido.com.br/ venda/?id=1893#!/tickets

À venda nas bilheterias do Teatro Municipal de Niterói e na Cidade das Artes.

Pontos de vendas antecipados

Teatro Nathalia Timberg
(Freeway Center – Av. Américas, 2000 – Barra)

Shopping Bossa Nova (aeroporto Santos Dumont)

Theatro Bangu
(Rua Fonseca, 240)

Fnac da Barra (BarraShopping)

Theatro Net Copacabana
(Rua Siqueira Campos, 143)

021 turismo
(Av. Rio Branco, 181/702 – Centro)

Cidade das Artes
(Av. Américas, 5300 – Barra) [também pode ser venda antecipada para Niterói].

Locanda delle Fate vem ao Brasil pela primeira vez, nos dias 10, em Niterói, e 11, no Rio, encerrando a Turnê 2017

Ícone do rock progressivo dos anos 70, banda italiana levará ao Teatro Municipal de Niterói e a Cidade das Artes seu show de 40 anos do seu clássico álbum “Forse le lucciole non si amano più”

O ano de 2017 marca os 40 anos do álbum “Forse le lucciole non si amano più”, considerado uma obra prima no cenário mundial e uma peça mestra do Rock Progressivo Italiano de todos os tempos, assim como uma das maiores representatividades da escola italiana de Rock Progressivo. Lançado em 1977, pelo selo Polydor, o disco teve a produção de Niko Papathanassiou, irmão do famoso Vangelis.
Para celebrar a ocasião, a banda Locanda delle Fate faz uma turnê especial em comemoração a data e também como despedida a todos os seus fãs. De fato, 2017 LOCANDA DELLE FATE FAREWELL TOUR – BRASIL será a última chance de ver a banda em palco, ressaltando que esta será a primeira vez que vem ao Brasil e à América Latina. Assim sendo, uma oportunidade única e exclusiva.
Formado atualmente por Leonardo Sasso (Voz), Luciano Boero (baixo), Max Brignolo (Guitarra), Giorgio Gardino (Bateria), Maurizio Muha (Piano, teclados e moog) e Oscar Mazzoglio (Teclados), o Locanda delle Fate sobe ao palco do Teatro Municipal João Caetano, de Niterói, no dia 10 de novembro, sexta-feira, às 20 horas, e no teatro de câmara da Cidade das Artes, numa data extra, no dia 11 de novembro, sábado, também às 20 horas, para estas únicas apresentações que ficarão na memória de todo o seu público presente e na história do Rock Progressivo brasileiro.
Além de todo repertório do clássico álbum, a banda tocará outras peças de outros trabalhos, apresentando músicas que formaram os discos “Homo Homini Lupus” e “The Missing Fireflies” e algumas não gravadas até hoje. Uma bela, única e grande celebração a todos os fãs presentes!

BIOGRAFIA
Contendo uma rica formação com duas guitarras e dois teclados, além de um excelente nível técnico, a Locanda delle Fate, originária de Asti, a banda surgiu na cena musical do progressivo italiano apresentando ricos arranjos de rock sinfônico, com influências do lado romântico de grupos progressivos ingleses.
Com o passar dos anos Forse le lucciole non si amano più se tornou uma referência do progressivo italiano de inspiração clássica através do cruzamento entre teclados, atmosferas lúdicas e ótimas frases vocais.O CD Live, gravado em 1977 e publicado apenas em 1993,trouxe um música inédita, La giostra. O grupo lançou ainda dois singles mais comerciais, em 1978, com formação reduzida em cinco integrantes, e em 1980, sob o nome abreviado de La Locanda, antes de terminar suas atividades.
Em 1996, a reunião de cinco dos sete componentes originais, sem o cantor Sasso e o tecladista Conta, levou à publicação de um novo disco saído em 1999 intitulado Homo homini lupus, um álbum com 11 músicas. O guitarrista Ezio Vevey colaborou, em 2002, na realização da ópera-rock La rete di Ulisse com o grupo Genoma, que incluiu também Nik Comoglio, no teclado, Cyrus Scognamiglio, no baixo, e Steve Abrate, na bateria.O outro guitarrista Alberto Gaviglio lançou um álbum solo, em 1981, Cosa resterà/Vacci piano (Fonit Cetra SP 1754).
Em 2006, o grupo original se reuniu novamente em estúdio, com a intenção de realizar um novo disco mais próximo ao estilo do LP de 1977, mas a reunião durou pouco. Somente, em 2010, o histórico nome Locanda delle Fate voltou a rever por alguns concertos a formação que compreendia os membros originários do grupo. Leonardo Sasso, Oscar Mazzoglio, Luciano Boero e Giorgio Gardino, além do guitarrista Massimo Brignolo e o tecladista Maurizio Muha.

Comments ( 1 )

Leave a Comment

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>