Avaliação da mobilidade mostra índices positivos em Niterói - Guia de Niterói
Categorias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS Avaliação da mobilidade mostra índices positivos em Niterói

Obra aguardada pela população niteroiense há mais de 40 anos, o túnel Charitas-Cafubá passou por sua primeira semana de operação ao longo dos últimos dias, após sua abertura ao trânsito de veículos, no último sábado (06). Apontando a Ponte Rio-Niterói como principal culpada pelos problemas de retenção no trânsito da cidade, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, fez avaliação positiva desses primeiros momentos de funcionamento das duas galerias. Ele adiantou a possibilidade de criação de uma nova linha de ônibus, e anunciou mudanças para tentar melhorar os trechos onde o trânsito apresentou pontos de engarrafamento mais intenso.
 
Para Neves, a parte “mais difícil” em relação aos problemas de mobilidade da cidade já saiu do papel com a construção do túnel. Ele destacou que, em comparação com a manhã, o horário da tarde mostrou mais eficiência em termos de funcionalidade. A partir de agora serão necessários ajustes e aperfeiçoamentos para que o sistema tenha a mesma eficiência no rush da tarde e da manhã. “O túnel não resolve todos os problemas de mobilidade de Niterói. Ele teve performance extraordinária, mais de 80 mil veículos já passaram pelas galerias nesses dias. No horário do rush da tarde, e no dia a dia da cidade, a performance e a funcionalidade das galerias é total. Quem levava uma hora e meia do Centro a Itaipu leva trinta minutos. Só no deslocamento da tarde, as pessoas ganharam uma hora por dia”, destacou.
 
Como uma das principais propostas do túnel Charitas-Cafubá e da Transoceânica é de incentivar os motoristas – principalmente aqueles que seguem para o Rio de Janeiro – a abrir mão do carro, avanços em ampliação de opções de transporte público estão sendo desenhadas. Rodrigo adiantou que a Prefeitura está estudando, junto aos consórcios que administram desde 2012 o sistema de transporte municipal, adaptações em linhas que operam na cidade, com alteração de itinerários e criação de uma nova rota. O aperfeiçoamento no sistema de linhas, está sendo estudado com possível implantação de uma linha B de ônibus, ligando Pendotiba a Charitas. Uma outra questão que está sendo estudada para implementação é fazer extensão da linha 38B e 39B até o Centro de Niterói, sem necessidade de fazer integração e baldeação em Charitas. A operação desse sistema foi viabilizada pela construção do túnel.
 
Rodrigo apontou a Ponte Rio-Niterói e seus “problemas de décadas atrapalhando o trânsito da cidade” como principal culpada pela performance “menor” na funcionalidade do túnel durante a manhã. Por isso, a Prefeitura e a Ecoponte vão se reunir dentro dos próximos dias, porque teria sido verificado, sobretudo nos últimos 45 dias, um problema causado pelos coletivos que realizam paradas na Ilha do Mocanguê.
 
“Todas as linhas intermunicipais têm parado, entre 7h30 e 8h30, naquele ponto, e isso gera uma retenção nos acessos, sobretudo na Avenida Roberto Silveira. Vamos propor à Ponte e ao Detro (Departamento de Transportes Rodoviários do Rio de Janeiro) ação de fiscalização maior nesse ponto, porque somente 25% dos ônibus teriam autorização para embarque e desembarque. Isso explica um pouco uma maior retenção. Essa primeira ação, junto à Ponte, será realizada nos próximos dias”, disse.
 
Dentro do pacote de medidas para melhoria no fluxo do corredor que liga o túnel recém-aberto à Ponte está prevista contratação de mais 15 operadores da trânsito, além de conclusão dentro de 10 dias, da instalação dos sinais inteligentes na Av. Roberto Silveira.
 
O deputado estadual Osório declarou ontem (11) para o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, o apoio da bancada do PSDB na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) para a aprovação do projeto de lei que determina a redução da tarifa do catamarã de Charitas. O projeto tem como objetivo tornar as embarcações mais acessíveis aos moradores da cidade e integradas ao sistema de transporte público municipal da TransOceânica e do túnel Charitas-Cafubá.
 
O prefeito destacou que a redução da tarifa trará muitos benefícios.  Nesse caso, o usuário ganhará, porque a proposta da prefeitura é a redução de R$ 16,50 para R$ 10,50 para quem usar o transporte público municipal; ganha a cidade, porque nós vamos ter menos carros nas ruas e uma nova opção de deslocamento para o centro do Rio mais acessível, e ganha também a própria concessionária, porque nós vamos ter mais usuários. Hoje, a estação registra 9 mil usuários por dia. Sem necessidade de fazer nenhuma obra adicional, ela tem capacidade para comportar de 25 mil a 30 mil usuários.

Comments ( 4 )

  • […] post Avaliação da mobilidade mostra índices positivos em Niterói apareceu primeiro em Guia de […]

  • Georgia

    Já sugeri várias vezes que seria melhor para Niterói se o túnel fosse só para transporte público, possívelmentre com uma faixa para carro particular pagando pedágio. A Prefeitura poderia montar um sistema de ‘Estacione e Ande’, feito os ‘Park & Ride’ que existem na Europa. Criando uns estacionamentos perto do transporte público, o motorista poderia pagar ‘integração’ do estacionamento com o onibus, catamarã etc… Desse jeito todo mundo ganha: menos engarrafamentos, Charitas mais tranquila, menos estresse e todos chegando ao destino mais rapidamente.

  • Eduardo Azeredo

    O problema da Roberto Silveira não tem nada haver com a ponte! Todos sabem que o problema é o entroncamento da Roberto Silveira com a Paulo Cesar e PRINCIPALMENTE o desenho das faixas na Roberto Silveira entre a Rua Castilho França e o sinal da Marques de Paraná!
    Não há continuidade das faixas! As faixas mudam de posição depois da Castilho França, a ciclofaixa acaba. Das 3 faixas destinadas aos carros na Roberto Silveira, 2 são direcionadas para a Miguel de Frias! E pra piorar, as duas faixas da Paulo Cesar chegam juntas na Roberto Silveira! E não vemos a NitTrans tentando resolver o problema, experimentando ou tentando novas soluções! E por último, pra transformar a Roberto Silveira num caos completo, os agentes de trânsito se fingem de cegos para os carros que trafegam pela faixa do ônibus!
    Com pequenas ações, é possível melhorar em muito o trânsito da Roberto Silveira.

Leave a Comment

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>